Está de regresso mais uma edição da Quina das Beatas Fest, com um novo formato, devido aos tempos conturbados que vivemos, será apresentado no Pequeno Auditório, em vez do habitual espaço Café Concerto.  No dia 27 de Novembro, iniciamos pelas 21.30h com, Victor Torpedo Karaoke, Wipeout Beat e Subway Riders: 3 projetos, 6 amigos.
Dos delírios New Old Wave de Victor Torpedo, ao hibrido dança-rock dos Wipeout Beat, passando pela alucinação musical dos Subway Riders, a música aparece das mais variadas formas, assim como o prazer de experimentar novos e velhos sons e o gosto em partilhar o palco. Para aumentar mais a loucura, a genial estrela local, Marquis Cha Cha, junta-se à festa!

Dia 28 de Novembro, a abertura da noite, será também pelas 21.30h, e será dos Hause Plants,que chegam na forma de canções, que são bedroom pop na sua essência, mas existem para serem ouvidas e tocadas ao vivo; logo a seguir os Palmers, uma promissora e marcada sonoridade, que junta garage, surf e punk rock; por fim os enormes Sunflowers, que voltaram em fevereiro de 2020, com o seu terceiro álbum, “Endless Voyage”, um álbum conceptual sci-fi sobre o fim do mundo, a ascensão da máquina.



27 NOV. SEX. 21.30H 
Victor Torpedo Karaoke/Wipeout Beat/Subway Riders
Quina das Beatas Fest
Rock | PA | 3€ | M/12 anos

Victor Torpedo Karaoke/Wipeout Beat/Subway Riders: 3 projetos, 6 amigos.
Dos delírios New Old Wave de Victor Torpedo, ao hibrido dança-rock dos Wipeout Beat, passando pela alucinação musical dos Subway Riders, a música aparece das mais variadas formas, assim como o prazer de experimentar novos e velhos sons e o gosto em partilhar o palco. Para aumentar mais a loucura, a genial estrela local, Marquis Cha Cha, junta-se à festa!

28 NOV. SÁB. 21.30H
Hause Plants

Quina das Beatas Fest
Pop / Rock / Punk | CC | 3€ | M/12 anos


Na rotina do quotidiano, sonhar acordado pode impedir-nos de desvanecer.
Para Guilherme Correia (Ditch Days/Huggs), que compõe, produz e grava a partir do seu quarto, sob o nome de Hause Plants, esses sonhos chegam na forma de canções, que são bedroom pop na sua essência, mas existem para serem ouvidas e tocadas ao vivo, juntando a urgência e a vitalidade do post-punk dos anos 80, com as paisagens etéreas do dream pop e do shoegaze. Em palco, Hause Plants apresenta-se na forma de trio, com Nobita (Drunkyard), no baixo e Jantónio Nunes da Silva (Huggs), na bateria.


28 NOV. SÁB. 22.20H
Palmers 

Quina das Beatas Fest
Pop / Rock / Punk | CC | 3€ | M/12 anos


Fiéis a riffs eletrizantes e ritmos acelerados, os Palmers surgiram nas Caldas da Rainha, horas depois de um concerto de uma das suas bandas preferidas. Raquel Custódio, na bateria, Cláudia Sofia, no baixo e Vasco Cavalheiro, na guitarra, trazem do sótão da avó uma promissora e marcada sonoridade, que junta garage, surf e punk rock.
28 NOV. DOM. 23.10H
Sunflowers 

Quina das Beatas Fest
Pop / Rock / Punk | CC | 3€ | M/12 anos


Os Sunflowers voltaram em fevereiro de 2020, com o seu terceiro álbum, “Endless Voyage”, um álbum conceptual sci-fi sobre o fim do mundo, a ascensão da máquina, o sentimento de ambiguidade sobre a nossa própria individualidade e a aceitação do caos.
Ao ouvir este álbum, apercebemo-nos que o clássico som psych punk noisy pop, que a banda tem andado a desenvolver, foi polido e amansado (até um certo ponto), com um toque de descoberta dentro do seu próprio som.