6 Jul :: Panado - A Quina vai ao Lounge



6 Jul. SEX. 23H
Panado
Quina das Beatas vai ao Club Lounge
funk/jazz/soul | Club Lounge | entrada livre


O projeto Quina das Beatas, criado no Centro de Artes em 2006, tem por intuito a divulgação da nova música moderna portuguesa. Das centenas de bandas que já atuaram no espaço do café-concerto, a sua maioria em início de carreira, destacam-se grupos tais como os Dead Combo, The Legendary Tigerman, Sean Riley e os Linda Martini, hoje nomes conceituados do nosso panorama musical.

No dia 6 de Julho a Quina das Beatas vai “atravessar” a Praça da República e assentar arraiais no Club Lounge, onde, no primeiro fim de semana de cada mês, esta parceria mostrará o que de bom se vai fazendo na nova musica portuguesa.

E depois da espera, lá chegou a bonança.
Formados pelo Diogo na guitarra e na voz, Lourenço no baixo e na voz, e Bernardo na bateria, os Panado utilizaram o seu 2016 da melhor forma, fazendo o máximo de barulho possível por metro quadrado e a feliz consequência está prestes a sair cá para fora. Sem antecedência de aviso ou um EP para quebrar o gelo, os Panado dizem agora olá ao (sub)mundo, com "Juventude Coxa".

Sediados na Amexoeira, mas com as asas viradas para o mundo, é lá que chateiam os vizinhos e todos os mecânicos das redondezas. Depois de assegurarem que os mais diversos palcos deste país tinham apoio lombar, a jovem banda acampou por breves momentos nos Estúdios King (Hey Pachuco!) durante o passado Inverno, e com a ajuda do seu fiel companheiro Cláudio Fernandes, (PISTA, Nada-Nada, Cangarra entre outros), regurcitou o seu primeiro longa-duração.

"Juventude Coxa" são 3 putos, 8 músicas e tudo o que ficou pelo meio. Mais do que músicas são canções. E mais do que canções, são malhas. São 35 minutos de feedback, distorção e esquizófrenia latina. Com mais ouvidos que barriga, os Panado presenteiam-nos com uma viagem alucinante ao rock sónico dos anos 90, misturada numa nuvem de delay e melodias hipnóticas, onde o ritmo, a cor e a atmosfera das suas canções tornam "Juventude Coxa" num teatro sonoro especial.

0 comentários: