Lobster
Borland


















Dia 15 de Fevereiro
Rock / Surf
Café-Concerto
Inicio 23.00h
Preço único 3 €

São dois e não temem ninguém. Intitulam-se Power Rangers do noise rock, mas ao contrário dos super heróis, Guilherme Canhão e Ricardo Martins não possuem super poderes; isto se considerarmos que a química que os une não é em si um super poder.
Cansaram-se de combater o crime e nos últimos tempos incendiaram palcos sempre que para isso tiveram oportunidade (mais de 50 vezes, diz-se); não só em Portugal, mas também em Espanha e em França.
Com a devida urgência na pele e electricidade nas mãos, editaram música através dos meios que estavam ao seu alcance – o CD-R e as netabels. Fizeram mossa desde os primeiros tempos, transformaram-se rapidamente numa das melhores bandas portuguesas ao vivo e agora havia que dar um passo decisivo e corajoso em frente.
“Sexually Transmitted Electricity” é o primeiro bilhete de identidade da dupla depois de algumas licenças prévias que ficaram para a história. Ao longo de doze temas, os Lobster consubstanciam um encontro improvável de riffs impossíveis com percussão igualmente improvável.
(…)
Rock sem rede de segurança e com som a fazer justiça (cru e directo); ouvir “Dr. Phil” é o mesmo que cheirar de perto o doce e o amargo, e sereno e o violento, a vida e a morte – e ao mesmo tempo rejuvenescer consideravelmente pelo caminho.
(...)
Aqui, mais do que nunca, os Lobster fazem justiça ao lema que os acompanha há já algum tempo e que ameaça ficar para sempre: “Keep It Brutal”.

André Gomes

www.myspace.com/wearelobsters
www.bor-land.com

0 comentários: